Marca de Água prolonga prazos do 2º Concurso Nacional de Desenho

Concurso surge da necessidade da Galeria prosseguir com a sua programação, adequando as suas atividades à nova conjuntura

0
34

Nota à imprensa

Os prazos de candidatura à 2ª edição Concurso Nacional de Desenho Infantojuvenil serão prolongados, anunciou hoje a Galeria Marca de Água, entidade organizadora do concurso que resulta de uma parceria estabelecida no ano transato com a Câmara Municipal do Funchal. O tema adotado para esta 2ª edição foi “Desenhar a História a partir das pinturas de Sonia Delaunay”, tendo sido apresentado a 15 de abril no salão nobre dos Paços do Concelho, por ocasião do Dia Mundial das Artes.

Este concurso de desenho, dirigido aos alunos do 1º, 2º, 3º ciclo do ensino básico e secundário (10º, 11º e 12º), vê assim prolongada a data para envio dos trabalhos de desenho, até 1 de dezembro do presente ano, ficando a cerimónia de entrega dos prémios prevista para o dia 16 de dezembro. Este prolongamento dos prazos do concurso, conforme previsto no regulamento, tem por objetivo a maximização do número de participantes, sem prejuízo das candidaturas recebidas até há data, refere a Marca de Água. O regulamento do concurso está disponível nas redes sociais da entidade organizadora.

Raquel Fraga, diretora artística da Galeria Marca de Água, destaca que, “este concurso é uma relevante ferramenta para promover, divulgar e valorizar a arte e a cultura, no espaço regional e nacional”. “O sucesso e a adesão verificados no ano passado leva-nos a reforçar a aposta neste concurso”, acrescenta. “Este concurso surge da necessidade da Galeria Marca de Água prosseguir com a sua programação, adequando as suas atividades à nova conjuntura. Esta iniciativa é demonstrativa da missão da Galeria Marca de Água de captação de novos públicos e promoção da criação cultural e artística”, refere a diretora.

De destacar que a 1ª edição do concurso, realizada no ano passado, mereceu a participação de mais de três dezenas de alunos de quatro escolas da Região, totalizando mais de meia centena de desenhos a concurso.

Os premiados da primeira edição foram, Henrique Morais, aluno do Externato Júlio Dinis, pelo trabalho “Menino do skate”. Matias Silva, aluno do 9º ano da Escola Básica do 2º e 3º ciclo Dr. Alfredo Ferreira Nóbrega Júnior, pelo trabalho “Flamingos”; Carolina Gonçalves, aluna do 11º ano, da Escola Secundária Francisco Franco, pelo trabalho “sem título”. O júri decidiu, ainda, atribuir por unanimidade, um Grande Prémio do Concurso a Rafaela Pereira Luís, aluna do 11º ano da Escola Secundária Francisco Franco, dada a “excecionalidade do desenho da premiada».

Neste âmbito foram homenageados os docentes que coordenaram a execução dos trabalhos apresentados a concurso, nomeadamente, Carla Pestana, Nicolau Correia e Maria de Jesus Baeta da Escola Básica do 2º e 3º ciclo Dr. Alfredo Ferreira Júnior, na Camacha, e as professoras Ana Filipa Nóbrega e Catarina Marques, da Escola Básica 2º e 3º ciclo Dr. Luís Maurílio da Silva Dantas, em Câmara de Lobos e a docente Isabel Lucas, do Departamento de Artes Visuais da Escola Secundária Francisco Franco.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here