Mural com coração de Viana vai dar boas vindas ao Little Portugal em Londres

0
38

Um tradicional coração de Viana rodeado de objetos e flores de todos os países lusófonos vai estar no centro de um mural a inaugurar na quarta-feira em Londres para celebrar o bairro conhecido por ‘Little Portugal”.

O mural, de quatro metros de altura por três metros de largura, vai ser pintado numa parede junto à biblioteca Tate South Lambeth, em Stockwell, no sul da capital britânica, zona onde se encontram muitos comércios e emigrantes portugueses.

O vereador local da autarquia londrina de Lambeth, Diogo Costa, afirmou à Agência Lusa que a iniciativa pretende dar mais visibilidade à comunidade portuguesa, concentrada há várias décadas naquele bairro.

«O português é a segunda língua mais falada em Lambeth e muitas pessoas não o sabem. A comunidade portuguesa não é muito ativa e não se envolve muito, por isso torna-se invisível”, disse.

A ideia partiu internamente dos serviços municipais, que concorreram a financiamento da Câmara Municipal de Londres, e posteriormente abriram um concurso para executar o projeto.

A candidatura vencedora foi das artistas Alex Bowie e Eduarda Craveiro, em parceria com a organização Brixton Project.

“Já tinha feito outro mural em Brixton e fiquei muito interessada porque, apesar de ser escocesa, quando me mudei para Londres, trabalhei na Stockwell Primary School, que fica em Little Portugal”, explicou Bowie, artista interessada por temas sociais.

As duas já se conheciam e tinham trabalhado juntas, mas a origem portuguesa de Eduarda Craveiro, lusodescendente que cresceu em Watford, a norte de Londres, foi importante para este projeto.

“Achei que o Coração de Viana era um bom símbolo como ponto de partida, e usámos esta ideia de «o que há no teu coração” para fazer ‘workshops’ com a comunidade”, explicou.

Durante várias semanas, trabalharam com crianças do ensino primário, membros da organização Respeito e outros grupos para fazer desenhos, colagens ou falar sobre coisas que consideravam importantes.

Bowie relatou que perguntaram às pessoas: «Se passassem por um mural na parede, o que acham que as representaria? Que coisas são importantes para a vossa identidade lusófona?’”.

Após semanas de contactos pelo bairro, as duas artistas juntaram-se para desenhar o produto da consulta com a comunidade.

O resultado foi um Coração de Viana decorado com silhuetas de objetos simbólicos, como uma guitarra de fado, uma sardinha, um berimbau, uma máscara de carnaval, uma garrafa e copo de vinho, um chapéu da Madeira, uma tartaruga de Goa.

O fundo é azul para representar o mar e à volta estão flores de diferentes países lusófonos, como cravos e lotus.

As cores dominantes são os tons do traje tradicional da Madeira que viram num rancho folclórico, que são também as cores da maioria das bandeiras dos países de língua portuguesa: amarelo, azul, verde, laranja e vermelho.

“O Coração está no meio, remete para a ideia de saudade, de pensar do país, das coisas que são importantes, a sensação de ser de dois sítios diferentes, e dentro do coração são as pessoas todas juntas”, explicou Eduarda Craveiro.

No mural lê-se «Bem-vindo a Little Portugal», em português e em inglês, e haverá uma placa para explicar sobre os diferentes elementos.

Pessoalmente, para Eduarda Craveiro esta foi também uma viagem de autodescoberta.

«Gosto de Portugal e também gosto de Inglaterra, mas parece que ‘Little Portugal’ é um bom meio-termo, porque quando lá estamos parece mesmo que estamos em Portugal e não há problema em estar em ambos”, confiou.

A lusodescendente espera que o mural funcione como «uma espécie de ponto de referência para as pessoas saberem que existe o ‘Little Portugal’”.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here