Nadador luso-venezuelano morre durante protestos em Caracas

O jovem pertencia à Seleção Nacional de Natação e fazia parte de um grupo de competição de águas abertas

0
2819

Ommyra Moreno Suárez

O nadador luso-venezuelano Ángel Enrique Moreira, de 28 anos de idade, faleceu no dia 2 de maio quando circulava na autoestrada de Prados del Este, em direção a La Trinidad, e um veículo colidiu com ele ao tentar se desviar de uma barricada de protestos no local. O caso foi levado ao Ministério Público. Após o choque, o veículo, que se deslocava em sentido contrário, pôs-se em fuga.

Durante o funeral, que teve lugar no cemitério do Este, a mulher, filha, familiares e amigos da vítima comentaram que o lusodescendente pertencia à Seleção Nacional de Natação e fazia parte de um grupo de competição de águas abertas. Os seus amigos comentaram que costumava treinar na Asociación Civil Centro Portugués, em Caracas. “Era uma pessoa muito alegre. Também era despistado. Ia a competições de alto rendimento. Uma vez tentou converter-se em triatleta», contou Leomar, um colega de natação.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here