Oposição marcha para exigir eleições

0
417

Milhares de venezuelanos marcharam a 23 de janeiro até à sede do Conselho Nacional Eleitoral em todo o país para exigir que «respeite a vontade do povo» e se façam «eleições imediatamente». Na capital, o reitor Luis Emilio Rondón mudou-se para a Avenida Libertador para receber o documento da Mesa da Unidade Democrática, perante o corte de estradas impediu a chegada da marcha ao seu destino. Noutros Estados, como Carabobo e Táchira, as manifestações foram impedidas com chumbo grosso e gás lacrimogêneo.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here