Ouro estrelado

0
774

O ouro: Um desses elementos que a Terra nos oferece (ainda que nos custe actualmente cerca de 30 euros por grama) e de que todos gostamos. É uma das coisas que nos confere um certo poder ou riqueza, mas alguma vez parou para pensar de onde vem esse ouro? (Isto para além do homem ou da máquina, que o extraiu da terra e que o modificou para dar-lhe o seu aspecto final).

Recentemente, um grupo de cientistas do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian estabeleceu que o ouro da Terra e do Universo formou-se em resultado de antigas colisões de estrelas mortas. Assim, há muitas probabilidades de que esse anel de casamento que traz no dedo ou a peça que a sua avó lhe ofereceu, e até o colar que às vezes não brilha devido à insegurança, não seja mais do que o resultado da morte de um grupo de estrelas que colidiram.

Uma equipa de astrónomos, dirigida por Edo Berger, chegou à conclusão de que todo o ouro do universo nasceu como resultado de um fenómeno destrutivo, um choque de estrelas raras denominadas ‘estrelas de neutrões’, ou ‘supernovas’, que se fundiram.

A existência destes fenómenos está provada pelas explosões, no espaço, de raios gama de curta duração registadas pelos astrofísicos. Trata-se de um dos processos mais energéticos observáveis no universo.

Uma das explosões do género, denominada GRB 130603B, foi registada e investigada pelos cientistas do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian no passado dia 3 de Junho, quando observavam, com o telescópio espacial Hubble, os restos, em luz visível e luz infravermelha, desta explosão.

O resplendor observável durante os dias seguintes foi o que indicou que, por desintegração radioactiva, foram criadas quantidades substanciais de elementos químicos pesados, incluindo ouro.

Ainda que com esta investigação se possa explicar a formação de todo o ouro do Universo , os investigadores não descartam que as supernovas possam ser a origem de apenas uma parte do metal. A próxima vez que comprar ou colocar uma peça de ouro, pense na sorte que tem ao carregar consigo uma parte do céu.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here