Ovos escapam ilesos a quedas de 18 metros

0
648

Dezanove ovos lançados, na segunda-feira, 12 de Dezembro, em Barcelos e desde uma altura de 18 metros aterraram “inteirinhos da silva”, graças à fiabilidade das “naves” em que voaram, construídas por alunos do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA). No entanto, outros 19 ovos acabaram literalmente estrelados, por “defeitos de fabrico” dos engenhos voadores.

Os alunos de Design Industrial do IPCA foram desafiados a construir uma estrutura de protecção ao impacto, inspirada numa espécie natural (vegetal, animal ou mineral). Para a construção da nave, os alunos apenas puderam usar uma placa de cartão-madeira de 50 por 50 centímetros, dois metros de fio norte e 10 elásticos.

Agora foi testada a fiabilidade dos protótipos, tendo cada aluno lançado, do alto torre dos Bombeiros Voluntários de Barcelos, a estrutura que criou, com um ovo lá dentro. No anterior ano lectivo, os resultados foram bem mais negativos, já que apenas sobreviveram 9 dos 42 ovos lançados.

A ideia é que, de ano para ano, o protótipo fique cada vez mais leve mas também mais resistente.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here