PJ detém suspeito de planear atentado contra Marcelo Rebelo de Sousa

0
10

A Polícia Judiciária deteve, esta terça-feira, o homem que exigia um milhão de euros para não matar o presidente da República. O indivíduo, considerado pelas autoridades perigoso, tem antecedentes de crimes violentos e é agora suspeito de ter planeado um atentado contra Marcelo Rebelo de Sousa.

As ameaças dirigidas ao chefe de Estado remontam a finais de outubro de 2022 à Casa Civil, através de uma carta com um projétil no interior. No documento escrito era exigido dinheiro (e identificado o número de uma conta bancária para onde o dinheiro devia ser transferido) e referido que, se a quantia de um milhão não fosse paga, o presidente da República seria morto a tiro.

Tanto a bala como a carta foram imediatamente enviadas para a Unidade de Contraterrorismo da PJ e sujeitas a perícias no Laboratório de Polícia Científica. Desde essa altura, as autoridades têm investigado e seguido o rasto dos indícios, tendo chegado agora ao autor da ameaça ao presidente da República – localizado e detido esta terça-feira numa operação cirúrgica, com elevadas medidas de segurança, tendo em conta a perigosidade do suspeito.

O alegado autor da ameaça a Marcelo Rebelo de Sousa será presente a tribunal e arrisca ficar em prisão preventiva.

Fonte: RTP

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here