População estrangeira residente na região atingiu o valor mais alto dos últimos 13 anos

0
43

Segundo os dados fornecidos pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), a população estrangeira residente na Região Autónoma da Madeira (RAM) a 31 de dezembro de 2020 totalizava 9.455 pessoas – valor mais elevado desde 2008 – representando um aumento de 10,1% face a 2019 (869 pessoas).

A população estrangeira distribuía-se apenas entre detentores de títulos de residência, não tendo sido registados detentores de vistos de longa duração.

Os nacionais da Venezuela (24,5%), Reino Unido (14,2%), Brasil (9,5%) e Alemanha (6,6%) continuam a se constituir como as principais comunidades estrangeiras a residirem na Região, conforme divulga a Direção Regional de Estatísticas.

Em 2020, as nacionalidades venezuelana e inglesa apresentaram os maiores incrementos no número de estrangeiros detentores de títulos de residência a residir na Região, +12,2% (2 066 em 2019 para 2 319 em 2020) e +21,8% (1.102 em 2019 para 1.342 em 2020), respetivamente.

O regresso de emigrantes da Venezuela voltou a ser um dos principais impulsionadores do aumento da população estrangeira registado entre 2019 e 2020, contribuindo com cerca de 29,1% para esse aumento. Nas posições seguintes, surgem os nacionais do Reino Unido e da Alemanha, que concorreram com 27,6% e 8,9%, respetivamente, para o aumento da população estrangeira na Região entre 2019 e 2020.

É no Funchal que a população estrangeira continua a ter maior expressão (51,5% do total da Região), seguindo-se Santa Cruz (13,6%), Calheta (9,6%) e Ribeira Brava (5,0%). Por género, mantém-se uma ligeira preponderância do sexo feminino (51,8%) sobre o masculino (48,2%).

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here