A imagem desta semana é do Porto do Funchal e foi tirada no início do século XX, especificamente em 1900. A fotografia mostra ao fundo uma embarcação grande; à esquerda, várias que parecem ser do mesmo tamanho; no centro, o local onde desembarcam os transportes navais e no molhe, várias pessoas reunidas.

A meados do século XVIII, 1756, estabeleceu-se uma exploração do Porto do Funchal através de uma Carta Régia emanada de José I, na qual era dada autorização para o início das obras para a construção de um porto de abrigo. Seis anos depois, o primeiro molhe, no ilhéu do Forte de São José, já estava finalizado.

Em 1890, o ilhéu do Forte de Nossa Senhora da Conceição foi ligado à primeira fase, aumentando a zona de atracagem. Vale a pena destacar que esta obra foi parcialmente destruída pelos temporais perto do fim das obras, o que obrigou a novas intervenções de reconstrução.

A Junta Autónoma das Obras do Porto do Funchal foi criada em 1913 porque toda a construção precisava de uma entidade que se encarregasse da sua manutenção e restauração enquanto fosse necessário.

A construção do molhe da cidade foi terminada em Maio de 1933 e em 1939, o molhe de atracagem foi ampliado. A juntar a isso, em diversos locais da ilha foram construídos molhes que ajudaram ao abastecimento de diferentes povoações.

Vários anos mais tarde, em 1955, o molhe mais próximo do cais do Carvão, o regional, onde poderiam atracar os navios para carga e de passageiros rumo ao Porto Santo. Em 1953, já tinha sido elaborado um projecto de ampliação do Porto do Funchal, que consistia em acrescentar ao molhe quase 500 metros. A obra terminou em 1961. Com estes trabalhos, foram criadas as estruturas fundamentais para o desenvolvimento do que é actualmente o Porto do Funchal.

Em 2004, foi aprovado o Plano Director do Porto do Funchal, no qual é definido como local exclusivo para o turismo de cruzeiros e actividades náuticas, libertando a cidade do Funchal do transporte de carga.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here