Portugal diz ‘adeus’ à Europa

0
290

O Benfica seguiu as ‘pisadas’ de FC Porto, Sporting e Sporting de Braga, e falhou a qualificação para os oitavos de final da Liga Europa de futebol, deixando Portugal sem qualquer representante nas competições europeias.

Depois da derrota por 2-1, na Ucrânia, os ‘encarnados’ cederam um empate 3-3 na recepção ao Shakhtar Donetsk, somando o sétimo encontro seguido a sofrer golos no Estádio da Luz e consumando o pleno de eliminações de equipas lusas nos 16 avos da prova.

Pizzi, que já tinha anotado o tento benfiquista em Kharkiv, Rúben Dias e Rafa marcaram para o Benfica, só que o Shakhtar Donetsk, orientado pelo português Luís Castro, colocou novamente a ‘nu’ as fragilidades das ‘águias’ e ‘faturaram’ por intermédio de Rúben Dias, na própria baliza, Taras Stepanenko e Alan Patrick.

Ao somarem o quinto jogo sem vencer nos últimos seis oficiais, o Benfica caiu da Europa e juntou-se a FC Porto, Sporting e Sporting de Braga, que já tinham ‘claudicado’ perante Bayer Leverkusen, Basaksehir e Rangers, respetivamente.

O Olympiacos, comandado pelo técnico luso Pedro Martins, que tinha perdido por 1-0 na receção ao Arsenal, deu a volta à eliminatória em Londres, ao vencer por 2-1, num jogo que teve um final impróprio para cardíacos.

Pape Cissé marcou para a formação grega – que contou com o guarda-redes português José Sá na baliza — e levou o jogo para prolongamento. O gabonês Pierre-Emerick Aubameyang parecia ter consumado qualificação dos ‘gunners’, não fosse o golo do marroquino Youseff El Arabi aos 120 minutos, ainda com tempo para que o próprio Aubameyang falhasse uma situação absolutamente clamorosa para apurar os londrinos.

O Manchester United também segue para os ‘oitavos’, com uma goleada caseira ao Club Brugge por 5-0, fechando a eliminatória com um agregado de 6-1.

A expulsão de Simon Deli permitiu que o internacional português Bruno Fernandes inaugurasse o marcador, de grande penalidade, marcando pelo segundo jogo seguido ao serviço dos ‘devils’, antes de Odion Ighalo, Scott McTominay e Fred, por duas vezes, assinarem os restantes tentos.

Numa partida à porta fechada, devido ao coronavírus Covid-19, o Inter de Milão venceu por 2-1 o Ludogorets (4-1 na eliminatória), enquanto o Sevilha empatou 0-0 na receção ao Cluj, que teve o português Mário Camora no ‘onze’, e capitalizou a igualdade 1-1 que tinha obtido na Roménia, na primeira mão.

Por seu lado, Ajax e Celtic foram surpreendidos por Getafe e Copenhaga, e caíram nos 16 avos de final. Os espanhóis, que tinham vencido por 2-0 em casa, perderam por 2-1 em Amesterdão, ao passo que os dinamarqueses foram à Escócia vencer por claros 3-1, após o 1-1 registado na primeira mão.

O Salzburgo — Eintracht Frankfurt foi adiado devido ao mau tempo na Áustria e será disputado na sexta-feira, a partir das 17:00 (hora de Lisboa). O conjunto alemão, no qual alinham os internacionais portugueses André Silva e Gonçalo Paciência, ganhou o primeiro jogo por 4-1, em casa.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here