Presidente do Governo Regional da Madeira apela: “Permaneçam nas suas residências”

0
376
Foto: Cortesia

DN MADEIRA .- Este é o apelo do presidente do Governo Regional reforçado logo após ter confirmado a existência do primeiro caso positivo de Covid-19 na Madeira. “Apelamos aos madeirenses e porto-santenses para que permaneçam nas suas residências, efectuando saídas apenas para a aquisição de alimentos, compra de medicamentos e apoio a cidadãos idosos ou que necessitem de cuidados, assim como deslocações de trabalho”.

Miguel Albuquerque, a falar na residência oficial da Presidência do Governo, na Quinta Vigia, apelou aos madeirenses, que regressaram ao território, para que cumpram escrupulosamente a quarentena, “uma vez que está em causa a vida e a saúde de outros cidadãos, incluindo os seus familiares”.

Depois de confirmar a existência do primeiro caso de Covid-19, o presidente do Governo disse que o seu executivo “irá continuar a tomar todas as medidas no sentido de conter esta epidemia na Madeira e salvaguardar vidas e a saúde das famílias”.

Albuquerque disse que haverá nova comunicação com as embaixadas a reafirmar “a necessidade mandatória (obrigatória) de procederem ao repatriamento dos seus concidadãos, que ainda permanecem na Região, com a maior brevidade possível”.

Paralelamente, tal como o DIÁRIO já noticiou na edição on-line, o Governo, que esteve reunido nesta manhã, determinou “o fim de todas as actividades de animação e recreação turísticas na Região Autónoma, a partir deste momento, como por exemplo excursões, passeios, visitas guiadas, rent-a-car ou de outra ordem”.

Ao mesmo tempo, foi determinado “o reforço das medidas de restrição de entrada de cidadãos em centros comerciais, mercados e demais espaços públicos, no sentido de evitar a concentração de pessoas e contacto físico entre elas”.

Antes destes apelos e revelação de novas medidas, Albuquerque revelou que o caso positivo de covid-19 foi registado ontem, às 22h14.

“O caso positivo foi detectado numa cidadão holandesa, que entrou no território no dia 12 de Março (quinta-feira), sendo que, ontem à noite, os serviços de saúde e protecção civil tomaram todas as medidas necessárias de isolamento e prevenção da unidade hoteleira onde esteve presente, após os respectivos responsáveis terem sido informados da decisão”.

Miguel Albuquerque apelou a que todos os cidadãos mantenham “a consciência cívica” nos seus comportamentos, “face a mais este grande desafio”, que encaram.

“Agradeço a todos a compreensão para estas medidas restrictivas, reitero a nossa confiança nos profissionais da Saúde e Protecção Civil e reafirmo a nossa determinação férrea em tudo fazer para proteger a vida dos madeirenses e porto-santenses, aplicando todas as medidas necessa´rias para o efeito.”

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here