Quase 200 alunos fizeram exame de português na Venezuela

0
36

A Coordenação de Ensino da Língua Portuguesa na Venezuela retomou os exames de Certificação de Ensino de Português no Estrangeiro (EPE), interrompidos devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19.

“Depois de dois anos de pandemia, retomámos as provas de Certificação EPE, um processo de reconhecimento de aprendizagem dos alunos na Venezuela. Inscreveram-se 195 alunos, de cinco níveis, em três centros de exame”, disse o coordenador do ensino à Agência Lusa.

Segundo Rainer de Sousa, trata-se de “um bom número, atendendo ao facto de ser a primeira época após a covid-19”.

“Há mais alunos interessados e em novembro próximo a coordenação do ensino abrirá novas inscrições para que possam apresentar as provas”, explicou, precisando que os exames atuais decorreram em Caracas (Centro Português) e nos Estados de Arágua e Mérida, no Colégio San José de Cágua e Colégio La Salle, respetivamente.

Por outro lado, explicou que nas próximas semanas vão ser entregues as correções dos exames e que os certificados vão ser emitidos pelo Instituto Camões em conjunto com a Direção-geral de Educação de Portugal.

Rainer de Sousa sublinhou ainda que “graças ao Instituto Camões, os exames são gratuitos na Venezuela”.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here