Rodrigo Solo apresenta show com Luis Irán

Artistas apresentam canções das suas mais recentes produções discográficas

0
686

No próximo dia 26 de abril, Rodrigo “Solo” Gonsalves terá um encontro único com o público caraquenho no Centro Cultural Chacao, num espetáculo inédito que vai apresentar no palco este intérprete lusodescendente juntamente com Luis Irán, para apresentar as canções que se desprendem das suas produções como solista: “No Estás Solo” e “La Metamorfosis”.

A nostalgia vai invadir as tabelas com a proposta sonora destes destacados artistas venezuelanos que vão mostrar o mais íntimo da sua arte ao público, num evento produzido por 2Bird2. Este concerto procura ser o fecho de duas produções a solo que têm representado uma viravolta na carreira de Gonsalvez e Irán, sendo ao mesmo tempo uma «homenagem aos ativistas pelos DDHH da Amnistía Internacional».

“No Estás Solo” é um disco cujo processo de criação foi muito mais íntimo que os outros projetos musicais desenvolvidos por Rodrigo. Aqui, todos os temas passam por um único filtro: ele mesmo. Ao nível sonoro, a identidade consiste em cumprir algumas regras básicas impostas por Gonsalvez onde o som predominante é o de uma guitarra acústica, o que evidencia por completo a distorção ou o som das guitarras fortes.

Na noite de 26 de abril, Rodrigo vai estar acompanhado do talentoso multi-instrumentalista e lusodescendente Gabriel Figueira, da banda Gaélica. Sob este formato “Mi Mayor Defensa”, “Tonada para Simón” e “No Hay Duda”, juntamente com algumas canções do próximo disco, vão soar para marcar o reencontro com o público caraquenho. O cenário manterá o mesmo discurso gráfico que Gonsalvez tem desenvolvido com #NoEstásSolo.

Nos últimos meses, “La Metamorfosis” tem originado muitas apresentações, muitas delas têm sido inesperadas. Sob essa premissa, Luis tem feito uma das coisas que mais gosta: tocar ao vivo. A conceção deste concerto, juntamente com Rodrigo, tem sido interessante pela possibilidade de apresentar a sua música num formato diferente ao habitual.

O vocalista de canções como “El Libro”, “Maiquetía” e “Clavos” vai propor uma nova instrumentalização para os temas; para tal, incluirá vários músicos convidados. Com isto, espera fazer uma transição como fecho de La Metamorfosis e, a partir de então, abrir o espaço a uma nova produção discográfica a solo.

O encontro está marcado para a quarta-feira às 19h00, no Centro Cultural Chacao. As entradas estão disponíveis em ticketmundo.com. Para mais informações, podem segui-los nas redes sociais @rsolorsolo e @luisiran.

Artículo anteriorCenso biológico
Artículo siguienteCentros sociais com muita procura na Semana Santa
Editor - Jefe de Redacción / Periodista sferreira@correiodevenezuela.com Egresado de la Universidad Católica Andrés Bello como Licenciado en Comunicación Social, mención periodismo, con mención honorífica Cum Laude. Inició su formación profesional como redactor de las publicaciones digitales “Factum” y “Business & Management”, además de ser colaborador para la revista “Bowling al día” y el diario El Nacional. Forma parte del equipo del CORREIO da Venezuela desde el año 2009, desempeñándose como periodista, editor, jefe de redacción y coordinador general. El trabajo en nuestro medio lo ha alternado con cursos en Community Management, lo que le ha permitido llevar las cuentas de diferentes empresas. En el año 2012 debutó como diseñador de joyas con su marca Pistacho's Accesorios y un año más tarde creó la Fundación Manos de Esperanza, en pro de la lucha contra el cáncer infantil en Venezuela. En 2013 fungió como director de Comunicaciones del Premio Torbellino Flamenco. Actualmente, además de ser el Editor de nuestro medio y corresponsal del Diário de Notícias da Madeira, también funge como el encargado de las Comunicaciones Culturales de la Asociación Civil Centro Portugués.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here