Armando Oliveira, oriundo do Norte de Portugal, organizou uma selecção amadora de emigrantes na Venezuela para competir com outras selecções, equipas e clubes espalhados pela Venezuela. As famílias acompanhavam os jogadores e havia festa depois de cada jogo, pois a invencibilidade nunca foi batida.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here