Tisanas: Infusões e decocções para adelgaçar

0
1137

As tisanas, infusões e decocções de ervas são uma boa ajuda na tarefa de livrar-se dos quilos a mais, mas apenas se seguir uma dieta adequada e exercício físico. Mas qual a melhor para cada caso? A primeira coisa a fazer é distinguir entre os termos ‘chá’ e ‘tisana’: O chá contém cafeína enquanto a tisana é composta de extractos de plantas. Também é importante clarificar a diferença entre infusões e decocções. Nas infusões, a planta nunca deve ferver na água, antes pelo contrário, as folhas, flores ou partes mais delicadas da planta são regadas com água muito quente para que libertem os seus princípios activos. No caso das decocções, ferve-se em água durante aproximadamente cinco minutos as partes duras das plantas: Raízes, troços ou córtexes.

Esta semana, convidamos o leitor a conhecer algumas receitas que podem ajudar na sua saúde.

Chá de fucus. O fucus é uma alga adelgaçante e antioxidante. Devido ao seu elevado teor de iodo, actua sobre a tiróide e estimula o metabolismo, pelo que não é aconselhada a pessoas com hipertiroidismo. Para preparar, acrescente um bom punhado de algas a um litro e meio de água e ferva de 15 a 20 minutos, de seguida coe. Tome duas chávenas: Uma concentrada em jejum e outra antes da refeição mais pesada do dia.

Decocção de bardana. Esta planta contém inulina, uma fibra que proporciona uma sensação de saciedade, regula o metabolismo da gordura e depura o organismo. Esta tisana prepara-se por decocção, introduzindo num litro de água e fervendo 20 gramas de raiz de bardana, deixando que coza cinco minutos. Depois de retirar do lume, deixar repousar 10 minutos, coar e beber 15 minutos antes das refeições. Podem ser bebidas outras duas chávenas, a meio da manhã e a meio da tarde.

Chá de kombucha. É um laxante e elimina toxinas, gorduras e colesterol. Para preparar, fazer infusão de um saquinho de chá em três litros de água mineral quente, verter num jarro de vidro com três colheres de açúcar branco, tapar com um pano de algodão e deixar 15 dias num lugar escuro e fresco. Passado esse tempo, coar. Beber uma chávena ao pequeno-almoço e aumentar a dose até beber três vezes por dia.

Decocção de alcachofra. Para fazê-la, use as partes mais duras e amargas desta planta, que são as que concentram mais princípios activos. Introduza meio punhado destas folhas duras num litro de água fervendo e deixe que cozam cinco minutos. O ideal é beber três chávenas por dia desta amarga tisana, que vamos adoçar preferencialmente com edulcorante. A alcachofra ajuda o fígado a metabolizar as gorduras, reduz o colesterol e diminui a tensão arterial.

Infusão e decocção de abedul. Esta árvore mágica para os índios americanos e os nativos da Sibéria e da Índia é indicada como diurético e para combater a obesidade e a celulite. A infusão prepara-se enchendo com água muito quente uma chávena com colheres de chá de folhas de bedul. Também se pode preparar fervendo uma chávena de água e uma colher de chá de folhas de abedul durante quatro minutos.

Infusão de cavalinha. É uma das plantas mais utilizadas pelas pessoas que começam dietas de adelgaçamento devido às suas propriedades diuréticas e desintoxicantes. O melhor modo de consumi-la é em forma de infusão: Para fazê-la deve verter um litro de água muito quente num recipiente com duas colheres de cavalinha e deixar repousar a tisana três minutos antes de coar. Basta beber uma chávena por dia para eliminar boa parte dos líquidos retidos.

Tisana de dente de leão. Esta planta com propriedades digestivas e adelgaçantes serve para tratar o excesso de ácido úrico, os cálculos renais, limpar o fígado e controlar os níveis de colesterol. Faça a infusão de uma colher de chá das suas folhas e flores numa chávena de água quente e tome esta tisana duas ou três vezes por dia. Pode ser combinada com
agracejo, ajenjo, genciana e menta em partes iguais.

Infusão de arenária. As suas qualidades diuréticas tornam-na adequada para eliminar os líquidos retidos e depurar o organismo ao expulsar as toxinas acumuladas. Para obter uma boa infusão, leve à ebulição um litro de água. Um pouco antes de ferver, retire a panela do lume e verta 25 gramas de flores de arenária. Deixe repousar cinco minutos e coe. Basta beber a infusão duas vezes por dia.

Artículo anteriorEconomia lusa pode crescer à custa do petróleo barato
Artículo siguienteSegredos de Cozinha: Dourada no forno
Editor - Jefe de Redacción / Periodista sferreira@correiodevenezuela.com Egresado de la Universidad Católica Andrés Bello como Licenciado en Comunicación Social, mención periodismo, con mención honorífica Cum Laude. Inició su formación profesional como redactor de las publicaciones digitales “Factum” y “Business & Management”, además de ser colaborador para la revista “Bowling al día” y el diario El Nacional. Forma parte del equipo del CORREIO da Venezuela desde el año 2009, desempeñándose como periodista, editor, jefe de redacción y coordinador general. El trabajo en nuestro medio lo ha alternado con cursos en Community Management, lo que le ha permitido llevar las cuentas de diferentes empresas. En el año 2012 debutó como diseñador de joyas con su marca Pistacho's Accesorios y un año más tarde creó la Fundación Manos de Esperanza, en pro de la lucha contra el cáncer infantil en Venezuela. En 2013 fungió como director de Comunicaciones del Premio Torbellino Flamenco. Actualmente, además de ser el Editor de nuestro medio y corresponsal del Diário de Notícias da Madeira, también funge como el encargado de las Comunicaciones Culturales de la Asociación Civil Centro Portugués.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here