Uma lâmpada para gerar electricidade

0
757

Uma das ciências que me chama mais atenção é aquela que se dedica a procurar uma forma de gerar energia limpa sem prejudicar o Planeta, e é justamente por isso que ler sobre as lâmpadas flutuantes solares prendeu a minha atenção.

O que me pareceu mais incrível foi que este protótipo foi posto à prova em alguns locais fora do comum, como os refúgios da ACNUR, onde as lâmpadas não só proporcionam uma energia sustentável como também ajudam os refugiados que estão em busca de ajuda a identificar o local com mais facilidade.

A eco-tecnologia precisa ter em conta os recursos naturais para alimentar-se, como o solo, o clima, a vegetação, e, obviamente, ter em conta que estes recursos são finitos para aprender a utilizá-los adequadamente. E é nisso que alguns cientistas se concentram, como é o caso do Zéphyr, um projecto energético da responsabilidade de Cédric Tomissi, Karen Assaraf e Julie Dautel, investigadores que conseguiram fundir os avanços da engenharia solar e a criatividade infantil.

Zéphyr é um gerador de energia colocado em cima de uma lâmpada, e é activado através de um botão que dá a ordem para que a lâmpada acenda, de maneira a poder captar a energia solar e levar electricidade a mais de 50 famílias.

Imagine se juntarmos todas as lâmpadas, o que já foi testado, e produzir electricidade inclusive para um hospital.

É importante destacar que até à data, o projecto Zéphyr foi tratado apenas como um protótipo, e implementando em campos de refugiados, onde uma das energias naturais que sobra é o sol, e à noite a electricidade faz falta.

Esta invenção promete ajudar as zonas mais hostis na obtenção de electricidade, e sem dúvida é uma ideia que valerá a pena apoiar no futuro.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here