Unión Atlético Falcón já se instalou no Centro Português de Punto Fijo

Está previsto que o estádio venha a ser utilizado para os jogos caseiros no próximo torneio

0
818

O plantel do Unión Atlético Falcón realizou, em 23 de Abril último, o primeiro treino na sua nova sede desportiva, que qual está localizada no Centro Português de Punto Fijo. Este recinto deverá também servir para acolher os jogos caseiro desta equipa no próximo torneio.

Apesar de o estádio ainda se encontrar em construção, já se pode vislumbrar que se trata de um projecto que tem tudo para ser bem sucedido, já que promete proporcionar uma gama de benefícios tanto para os atletas do clube Unión Atlético Falcón, como para todos os jovens que venham a ter a oportunidade de integrar a Academia UAF, que abarca categorias femininas.

Por agora, a novidade no clube falconiano é que o plantel já treina num campo com condições dignas de um clube profissional, pequeno grande detalhe que até ao momento não havia registo na história do futebol falconiano.

O presidente do clube, Claudio Martínez, não escondeu a satisfação que sentia após a realização do primeiro treino da equipa sobre o novo relvado: “Hoje sinto como se o clube acabasse de nascer, como se chegássemos para trabalhar hoje pela primeira vez. Passámos muito mal durante uns três anos, mas hoje a situação é diferente”, afirmou.

Por outra lado, Martínez explicou que falta concluir a obra, sublinhando que o esforço está sendo sobre-humano: “Ainda nos falta muito por materializar. Falta a estrutura das bancadas, os balneários, quarto de árbitros, e demais coisas que queremos fazer, onde o mais complicado apesar do tempo e do dinheiro que dedicamos, é que não se conseguem os materiais para começar a trabalhar. Mas é um facto que a equipa já disporá de melhores condições durante as semanas que restam deste torneio e que para o próximo regressamos a casa”, acrescentou.

Freddys González, DT da equipa principal, também se mostrou satisfeito ao concluir o primeiro treino no novo campo. “É extremamente positivo treinar neste novo campo. A intensidade com que podemos trabalhar cá durante a semana é semelhante à que vamos a viver nos fins-de-semana em cada partida. Agora podemos praticar jogadas ensaiadas e outras situações de jogo real”, explicou.

O técnico lembrou ainda que em Manaure “foi impossível praticar cantos” e que “devido à superfície, os rapazes depois de jogarem futebol terminavam o treino muito desgaste.”

“Estamos contentes com o campo, e com o esforço da direcção, que tem sido tremendo. Em breve se aparecerão os frutos”, prometeu.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here