Venezuela produzirá vacina cubana contra Covid-19

0
31

EFE .- O governo da Venezuela confirmou nesta quinta-feira que a vacina cubana Abdala, que está em período de testes, será produzida em um laboratório estatal em Caracas e que espera que ela consiga a imunização em massa da população contra a covid-19.

A vice-presidente executiva do país, Delcy Rodriguez, disse em pronunciamento transmitido pela rede de televisão pública «VTV» que especialistas cubanos visitaram a fábrica da Empresa Socialista de Produção de Medicamentos Biológicos (Espromed Bio) e avaliaram as condições para a produção do imunizante.

Rodríguez não disse quando a Venezuela prevê iniciar a fabricação da vacina ou quantas doses por mês serão produzidas.

Já o ministro da Saúde, Carlos Alvarado, afirmou que a fábrica, que é administrada pelo governo, deve passar por alguns ajustes antes de começar a produzir vacinas.

No final de março, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, declarou que seu país participará da terceira fase de testes das vacinas cubana Abdala e Soberana 02.

Porém, a Academia Nacional de Medicina da Venezuela (ANM) advertiu que os dois imunizantes «ainda não são vacinas», mas «produtos experimentais que acabam de começar a ser avaliados».

«A Venezuela sofre uma grave epidemia de covid-19 e, em vez de participar de testes de produtos experimentais com características desconhecidas, deveria priorizar trazer ao país vacinas de reconhecida segurança e eficácia», disse a ANM em comunicado divulgado em março.

No texto, os acadêmicos manifestara, preocupação com a eficácia que esses medicamentos poderiam ter, já que «os resultados das fases 1 e 2» dos testes não são conhecidos, e portanto não se sabe «se os produtos são capazes de induzir em humanos um nível e qualidade de anticorpos que possam conferir proteção contra o vírus».

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here